Palavra do Presidente

Se hoje, as pessoas moram em condomínios com área de lazer semelhante à dos clubes e se a internet cria espaços de convivência acessados a partir do computador, o que justifica a existência dos clubes? Os avanços tecnológicos colocam em xeque o papel dos clubes que sofrem com a evasão de sócios e a dificuldade de novas adesões. Para o BCC estes novos tempos também são desafiadores e este tem sido o ponto focal de nossa administração: criar condições de manter a nossa onerosa estrutura, atender aos sócios que já temos e atrair novas adesões. Mas, voltando à questão inicial, o que justificaria a existência do BCC nos dias atuais? Motivos não faltam, somos um clube sem igual em nossa cidade. Somos um oásis natural cravado em um contexto urbano e oferecemos aos nossos frequentadores o bem-estar que a presença da natureza gera. Prestamos serviços ambientais oferecendo morada a animais silvestres salvos pelo IBAMA do tráfico de animais. Além disto, oferecemos, também, os serviços de clubes mais convencionais através das nossas diretorias de esportes e suas estruturas de qualidade, áreas de churrasqueiras e sauna. É fato! Temos um diferencial que justifica nossa existência nestes tempos modernos. Mais que isso, precisamos ouvir a vocação que vem do nosso DNA. Somos pioneiros, somos inovadores. Nascemos antes mesmo de Brasília, alinhados como o espírito visionário e empreendedor de JK. Esta herança não podemos perder. Por isso, estamos inaugurando uma nova forma de conviver com o ambiente digital. A partir de abril, começamos a atuar nas redes a partir criteriosos parâmetros da Tecnologia da Informação. Vamos ampliar e direcionar o alcance da nossa interação atualizando a nossa maneira de atuar em nosso contexto social.
Cordialmente, Carlos Henrique de Paula